Cursos

No Congresso de Pedagogia 2021, professores e pesquisadores cubanos de reconhecido prestígio nacional e internacional, desenvolverão cursos virtuais nos quais os principais resultados de pesquisas, experiências e boas práticas que contribuam para o cumprimento dos objetivos do desenvolvimento sustentável e das metas do a Agenda 2030.


Nesta edição, são propostos 6 cursos pré-congresso, que serão ministrados no dia 1º de fevereiro em duas sessões de trabalho. Na sessão da manhã, o horário das 10h00 às 12h00 e na sessão da tarde das 14h00 às 16h00.

Os interessados ​​poderão selecionar dois cursos, um em cada sessão e se inscrever pelo link de inscrição do curso . O custo do curso está incluso na inscrição do evento.

Manhã

  • O III Aperfeiçoamento do Sistema Nacional de Educação: essência das adaptações curriculares ao COVID-19.

    No curso, assumem-se os fundamentos das adaptações curriculares, são feitas avaliações que justifiquem a variante que se adota para manter o desenvolvimento do ano letivo. São apresentadas as ideias gerais do conceito e as características das adaptações curriculares. Da mesma forma, são abordados os antecedentes que permitiram uma resposta rápida e científica e a estratégia que se desenhou para realizar as adaptações curriculares.

    Autores

    Dr. C. Silvia Maria Navarro Quintero
    Dr. Cs. Alberto Valle Lima
    Dr. C. Silvia García Frías
    Dr. C. Pedro L. Castro Alegret.
    Lic. Ibis Joanes Caballero
  • A formação de profissionais da educação como agentes de mudança. Experiências em Cuba.

    A formação dos profissionais da educação em Cuba constitui um sistema de formação continuada, cujo propósito é contribuir para a sua formação integral, com um sentido amplo e humanístico que estimule a sua participação como agentes transformadores, considerando que a educação é, essencialmente, um facto cultural e, como tal, é portadora dos significados fundamentais que a sociedade aspira que as novas gerações adquiram para a sua continuidade e desenvolvimento criativo.

    Essa ideia transversaliza este curso, no qual a experiência cubana é sistematizada na formação continuada abordada a partir da formação de professores nas escolas pedagógicas cubanas, a oportunidade de acesso ao ensino superior e pós-graduação para contribuir para a melhoria do realização de suas atividades profissionais, acadêmicas, de pesquisa e inovação, bem como o enriquecimento de seu patrimônio cultural como condição essencial para garantir uma educação inclusiva para todos e promover oportunidades de aprendizagem duradouras, equitativas e de qualidade.

    Autores

    M. Sc. Gema Díaz Diaz
    Dr. C. Sulma R. Herrera Cuesta
    Dr. C. Liset Valdés Abreu
    M. Sc. Yaritza Creach Martínez
    Dr. C. Pedro Valiente Sandó
  • Virtualidade como desafio para a educação contemporânea em Cuba

    Autores

    M. Sc. Fernando Ortega Cabrera
    Dr. C. Diosvany Ortega González
    Dr. C. Boris Pérez Hernández
    Dr. C. Alexis Torres Alonso

Tarde

  • Inclusão, equidade e qualidade: garantias do sistema educacional cubano

    O curso aprofunda-se nos principais fundamentos teórico-metodológicos da Educação Inclusiva, oferece oportunidades e espaços de reflexão coerentes com o objetivo quarto da agenda 2030. Enfatiza o alcance de uma educação de qualidade, por meio da materialização de um conjunto de metas relacionadas ao acesso à atenção educacional desde a primeira infância; a conclusão de cada nível educacional com resultados relevantes e eficazes; e acesso igual para pessoas vulneráveis, incluindo pessoas com deficiência, a todo o sistema de educação e treinamento vocacional, garantindo ambientes de aprendizagem seguros, sensíveis ao gênero, não violentos e inclusivos e eficaz para todos.

    Contribui para a preparação de professores para o desenvolvimento de estratégias educacionais direcionadas à proporcionar uma educação de qualidade a todos os alunos, incluindo os mais vulneráveis ou em risco de exclusão, marginalização ou insucesso escolar, com o apoio de um promotor de processos de ensino-aprendizagem e ajustada às necessidades educacionais individuais e específicas, tendo em conta o contexto educacional, numa perspetiva inclusiva de forma a promover valores sociais relevantes. Destacam-se as condições para melhorar o trabalho educativo com a participação de todos os agentes educacionais (professores, alunos, famílias ). A formação para a vida e a preparação para o trabalho de adolescentes, jovens e adultos. Desafios para uma educação de qualidade.

    Autores

    Dr. C. Marlen Triana Mederos
    Dr. C. Iosmara L. Fernández Silva
    Dr. C. Imilla Campo Valdés
    Dr. C. José Joaquín Pérez Peralta
  • Formação para a vida e preparação para o trabalho de adolescentes, jovens e adultos. Desafios para uma educação de qualidade.

    A formação para a vida faz parte tanto do direito universal à educação como do direito ao trabalho e ao emprego digno, cumprindo “o duplo objetivo de desenvolver os indivíduos e as sociedades”. A relevância do tema justifica-se pelo que o seu conteúdo contribui para a elevação da qualidade e do rigor do processo educativo, bem como o referido ao cumprimento da responsabilidade dos organismos e demais agentes económicos, na formação das novas gerações e no desenvolvimento de mão de obra qualificada.

    Da mesma forma, os conteúdos da unidade curricular contribuem para a concretização dos objetivos de desenvolvimento sustentável, com destaque para a promoção de uma educação de qualidade, para cuja concretização deverá ser tida em consideração o aumento das competências necessárias, nomeadamente técnicas e profissionais, para o acesso ao trabalho, ao mesmo tempo que promove oportunidades de aprendizagem ao longo da vida.

    Para avançar essas ideias e compreender suas complexidades, o curso abordará três elementos básicos: A formação integral do bacharelado e sua preparação para a vida, com base em um currículo mais interdisciplinar, flexível, participativo e contextualizado; a qualidade da formação profissional para o emprego, como elemento que distingue a educação para a vida e a educação de jovens e adultos na perspectiva da aprendizagem do desenvolvedor no contexto das lutas pelo direito à educação e da importância das políticas educacionais para atender às necessidades de formação.

    Autores

    Dr. C. Giorvys Taquechel Román
    Dr. C. Tomas F. Lamas González
    Dr. C. Jorge Tamayo Collado
    M. Sc. Manuel Antonio Ramos Cuza
  • A formação integral de crianças, adolescentes e jovens frente aos riscos à saúde e aos desastres naturais.

    Em Cuba, o processo de redução dos desastres de origem sanitária e ambiental se aperfeiçoa a partir das experiências obtidas no enfrentamento de eventos climáticos extremos e diante do aparecimento de doenças transmissíveis que tornam cada vez mais complexo o panorama nacional. A atual presença da Covid-19 no país impôs um desafio à saúde com repercussões econômicas e sociais.

    Neste contexto, o setor educacional cubano planejou a inserção de conteúdos voltados para a educação para a prevenção de desastres como parte da formação integral de meninos, meninas, adolescentes e jovens, o que requer a formação contínua e permanente do corpo docente; a revisão curricular dos conteúdos em cada nível de ensino e seu acompanhamento na prática educativa; preparar a família; o acompanhamento sistemático do comportamento epidemiológico ao nível de cada centro de ensino e o estudo e atualização das normas, que incluem a elaboração de planos interinstitucionais e intersetoriais. No âmbito do terceiro aperfeiçoamento do Sistema Nacional de Educação, este tem sido um tema necessário para a conformação dos novos planos e programas de estudos.

    Compartilhar essas experiências, resultados e desafios é o objetivo fundamental deste curso, por isso convidamos gestores e professores a socializarem seus aprendizados que contribuirão para o aperfeiçoamento das estratégias educacionais da região.

    Autores

    M. Sc. Yanira Gómez Delgado
    Dr. C. Ismael Santos Abreu
    Dr. C. Norma D. Laportilla Estévez
    M. Sc. Yania Mazón González